O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro. A Criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zombi dos Palmares. Zumbi simbolizou a luta contra a escravidão que sofriam os brasileiros e etnia negra. Morreu enquanto defendia a sua comunidade e lutava pelos direitos do seu povo. Os principais temas a serem abordados nesta data são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, racismo, discriminação, igualdade social e cultura afro-brasileira. Os africanos contribuíram para a cultura-brasileira em uma enormidade de aspectos: dança, música, religião, culinária e idioma. Em comemoração ao Dia da Consciência Negra , a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, juntamente com a Escola Municipal de Ensino Fundamental Irmã Maria Anastasie e a Escola Estadual de Educação Básica Luíza Formighieiri, proporcionaram aos professores e alunos momentos de aprendizagem, brincadeiras e descontração, com apresentações da dança Afro, leitura de Cordel, poesias, curiosidades sobre a capoeira com o Mestre Rafael Chiomento, Professor Flávio Zanandrea e o grupo de Capoeirista. A cultura dos africanos foi caracterizada pelo otimismo, pela coragem, musicalidade e ousadia, através de exemplos de coragem, heroísmo, humildade e sabedoria lutando contra a discriminação, racismo e desigualdade social para que todos tenham oportunidade e direito perante a sociedade.

Fonte/Fotos: Assessoria de Imprensa do Município de Paim Filho.

Accessibility